30 novembro 2014

Oficina Itinerante Cabelo e Identidade


Olá, amores crespos! xD Hoje quero dividir com vocês sobre algo que tem me trazido muitas surpresas e muito prazer em realizá-lo! Trata-se da Oficina Cabelo e Identidade, a qual já venho apresentando desde o ano passado e gostaria de compartilhar por aqui pra vocês. ^^ #VemComigo




Do que se trata?

O objetivo da Oficina Itinerante “Cabelo e Identidade” é fortalecer a autoestima da comunidade negra, através do incentivo à utilização do cabelo natural. Nossa proposta principal é criar uma reflexão sobre a autoafirmação individual, contribuindo na interação e na difusão de diversos costumes e tradições, por meio de uma palestra prática sobre como cuidar e tratar os cabelos crespos, combatendo o uso de químicas transformadoras, justificadas pelo fato de não saber lidar ou cuidar desse tipo de cabelo e mostrando possibilidades de utilizar recursos naturais, como as receitas caseiras: conhecimento étnico deixado de herança pelos nossos antepassados facilmente encontrados na natureza e também produtos de baixo custo no mercado.


 No segundo momento da Oficina, apresentamos uma aula prática de amarração de turbantes e torso, símbolo de forte cunho religioso e político até os dias de hoje.

 A proposta desse trabalho é demonstrar como em um mundo altamente avançado tecnologicamente, é possível ao ser humano voltar a um passado em que se utilizava do que era oferecido pela natureza para atender às suas necessidades, ao invés de viver uma corrida em prol do consumismo.

Orientar para um consumo consciente em busca de um equilíbrio entre o que a Indústria de Cosméticos oferece e o que a Sabedoria Popular nos deixou também faz parte da nossa proposta.

Este projeto é de cunho social, com o objetivo de valorizar o cidadão negro, além de preservar suas raízes. E queremos que essa discussão atinja a comunidade como um todo.

Como tudo começou?

Tudo começou com a querida Jéssica Gonçalves (não está na foto) que estava na organização da Semana de Letras da Ufal (Universidade Federal de Alagoas) e me chamou pra compor a programação com um oficina sobre cabelo, com dicas e etc. Então como eu já estava mesmo procurando aumentar essa discussão sobre Cabelo e Identidade fora dos meios virtuais, adorei e aceitei o convite. Daí, em setembro/2013, dia 27 a oficina teve sua estreia numa das salas da universidade e assim, a tarde foi bastante proveitosa e o ponta pé inicial desse trabalho. *-*

Foi a primeira experiência, mas já levamos algumas técnicas e cuidados. Falei de alguns compostos em produtos, sobre a técnica No e Low-poo, entre outras dicas. A Analice topou ser "modela" e aí está ela de técnica do plopping e tudo! xD 

Como tínhamos uma estrutura de sala de aula, pudemos organizar a oficina com slides e assistir alguns vídeos que levantassem discussões a respeito da importância do cabelo enquanto nossa identidade. Um deles, "Transition" (que estará em breve na tag "não é resenha de produtos"). Foi engraçado começar com a estrutura de sala de aula, com direito a projetar um vídeo e um slide e depois ir pras praças, afinal, é uma oficina Itinerante! E nas ruas, quando falo ao microfone, falo a muitos, e lá está minha cara à tapa pra ser recebida como for... E eu gosto disso. Porque a ideia da oficina surgiu justamente pra que essas discussões não se limitassem aos meios virtuais. Então, rumo às ruas com nossa proposta de que Cabelo é também Identidade, sim! xD

Programação Saurê Palmares - Novembro 2013

Aí vem a segunda edição da oficina Cabelo e Identidade. ^_^ Soube da reunião da Fundação Municipal de Cultura a respeito das festividades em comemoração à semana da Consciência Negra, através da Filomena Félix, que já está no Movimento Negro há muita estrada, experiente em políticas culturais. Ela me direcionou à reunião pra que eu apresentasse o Projeto da oficina pensando na participação no evento Saurê Palmares e não só: é a pessoa que vem acreditando e apostando nesse Projeto e nos iluminando a administração dele. A ideia era fazer um evento que durasse o dia todo e que reunisse artistas diversos para oficinas, apresentações, rodas de capoeira, etc. Da reunião, foi só apresentar o Projeto da Oficina, e lá estávamos nós na programação...:

E agora, após a correria do Encrespa, a nossa Oficina esteve novamente na programação no Saurê Palmares, dia 19 de Novembro desse ano. A novidade foi levar o Gel de linhaça para ser feito ao vivo e a cores lá na praça:

Foto: Lays Peixoto
Meus gradecimentos a Diana Oliveira que foi de filha recém nascida e tudo colaborar conosco. E a ao olhar lindo da Lays Peixoto, que fez as fotos. ^^ Ao meu amor e técnico de som Fagner Dübrown que fez milagre pra que eu pudesse ser ouvida. Aos parceiros sempre presentes Mamulengo Sururú e ao Jodson Profeta! Gratidão a esses e a todos que compareceram e Fmac - Fundação Municipal de Ações Culturais, por mais uma parceria com a nossa oficina! Vida longa ao Saurê Palmares! ♥ 

Foto: Lays Peixoto
Bom, e como a programação a respeito da discussão da Consciência Negra continua e não deve parar o ano inteiro, ontem, dia 29 estivemos na Praça Denis Agra, do bairro Sto Eduardo, compondo a programação da Feira Camponesa. Foi tudo de bom! A novidade é que teve BC ao vivo, pra minha surpresa, porque a Sandra havia postado fotos no grupo Cachos Alagoanos na sexta, pedindo ajuda a respeito de se era pra ela cortar ou não e eu analisei as fotos dela e disse que o ideal era sim o BC e que ela pensasse e se preparasse. Pois, no outro dia não é que a Sandra chegou lá na oficina disposta a fazer o BC? E fez! E ficou livre da química e agora está pronta pra sentir as sensações de ser natural... ^_^


Quero registrar meus agradecimentos a CPT - Comissão Pastoral da Terra, nas pessoas do Carlinhos e da Heloisa e todos os que fazem esse Projeto tão importante para a nossa comunidade, independente do bairro. 
Não posso esquecer do S. Saúba, que parou a oficina do nada pra dizer que havia aprendido comigo mesmo às vezes pensando que já sabia muito. Foi um lindo ele, o tempo todo e eu me senti honrada por ouvir um senhor, um sábio da vida, dizer que havia aprendido algo comigo! *--* 
À Suzy que participou e a Sandra que fez o BC ao vivo, ao meu bem Fagner Dübrown que mais uma vez me acompanhou e dessa vez até nos proporcionou encerrar a oficina com Coco e Pandeiro na praça! Obrigada ao Emerson Lira (e não Nascimento kkk) que levou as aulas de Turbante para a nossa alegria.

Bom, gente, é isso. Se você tem interesse em levar a oficina para seu evento - fechado ou aberto ao público - combine conosco via e-mail. Lá no índice do blog, no "Contato" tem indicando como entrar em contato comigo e a gente negocia as possibilidades. Obrigada por ter acompanhado a matéria e até o nosso próximo encontro por aqui ou pelas ruas, praças, faculdades, etc. de Alagoas! =*

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Antes de deixar seu comentário consulte o próprio blog no "Pesquise aqui", às vezes sua dúvida está em outra postagem. Mas se você não encontrar no blog, deixe seu comentário, tire suas dúvidas sem timidez! Eli e eu vamos fazer o possível para ajudá-las. Obrigada por estar conosco, xero nos cachos! xD