23 novembro 2014

Encrespa Geral Maceió - III Edição: um ato revolucionário



Somos negros! Nossos narizes são largos! Nossos lábios são grossos! Nossos cabelos são duros! E nós somos lindos!"

— Stockley Charmichael (Panteras Negras)
Arte: Duplex



E eis que o dia 16 de novembro chegou. E a concretização de um sonho também. Eu sonhei várias vezes com o dia em que iria ver de frente pessoas de lugares, idades, cores, tamanhos e principalmente texturas capilares diferentes unidos num só propósito: o de gritar a liberdade de sermos o que quisermos, sem preconceitos. Um dia para dizer "EU ME AMO", ou como disse o poeta Cosme Rogério Ferreira, em suas primeiras palavras em nosso palco: "MEU CABELO É LINDO!"

Durante quantos milhares de anos tivemos que ouvir a reprodução cultural de que nosso cabelo é duro, feio, sujo, RUIM? E quantos de nós interiorizando esse erro recorreram ao disfarce do cabelo quimicamente "tratado"? Escondendo além de um cabelo, nossa verdadeira identidade? Sim, estética foi e é arma de várias revoluções. E domingo passado, dia 16, foi prova disso, mais uma vez na nossa história! É a estética do momento atual e não vamos permitir que se transforme em tendência de moda, não! Fomos mais de 300 pessoas na Praça Centenário, fora os que não assinaram a lista!! Isso a mídia não mostrou... Levantamos a bandeira do nosso movimento, no BC AO VIVO, sob a emoção da querida Lorena Santos, guerreira de 21 anos que se prontificou a ser exemplo de coragem para outras pessoas e com a trilha sonora da querida Myrna Araújo, acompanhada dos músicos Alexandre Rodas (violão) e  Gama Júnior (flauta). Foi lindo, marco do nosso dia, muito emocionante mesmo!! *----* 
Duplex Fotografia




Como esquecer do momento em que a poderosa Ana Carla Moraes chamou o povo pra o palco, pra perto, pra quebrar a barreira da distância e dizer com isso: estamos unidos!! Que já não basta classificarem o nosso misto de brasileiro, separatista, entre "mais negro" e "menos negro", vão agora classificar os cabelos? E que isso NÃO É uma ditadura de cachos!!! Que é revolução! Não tenho palavras pra agradecer à esse momento de arrepio que Ana Carla nos trouxe...

Nem acredito que temos um hino oficial, criado pela mais que querida Mel Nascimento e musicado pelo Luciano Harmônica Falcão, com Fagner Dübrown no pandeiro. Obrigada é pouco por esse presente! Registrado até em clip, vejam aí:

Veio May Honorato de Viçosa com sua voz linda para nosso evento e o Mestre Gama que estava lá entre os expositores, com seus pífanos fabricados por ele mesmo, toda a humildade que todo sábio tem foi levado para nosso palco dando a amostra do que é talento e o que nossa cultura tem. Um agradecimento também aos músicos Tido e Gidelson Silva que também subiram no nosso palco.

E por falar em expositores... O que foi aquilo, gente? Quanta produção linda! Quantos artesãos que não conhecemos o trabalho! Quanta comida gostosa!! Foi a primeira vez, nessa terceira edição, que recebemos os expositores para comercializarem seus trabalhos e se o resultado disso foi satisfatório, garanto, muito!

E nossas oficinas? Dentre as variadas imagens que pareciam filme - como o BC ao vivo - estava no meio da praça uma belíssima roda de Ciranda! Marca cultural levada pela pessoa tão linda que é Erick Rej, durante a Oficina de Bonecas Abayomis, que eu via desde criança mas não sabia do nome!

E como foi que o povo saiu da praça? De turbante! Foi a Jessica Biana, que desde a primeira edição divide com a gente sobre as amarrações e torsos, marca do povo africano, que se estende até hoje com os turbantes.

Tivemos a querida Elaine Raposo falando da sua experiência, dando seu depoimento sobre a Transição e o BC.

Deixei para o final a "chegança" de Maracatu que foi o Coletivo Afro Caeté encerrando as atividades da nossa programação, com uma roda enorme de gente linda e crespa e acompanhada da voz negra da bela que é Bela mesmo, obrigada Isabela Barbosa e Coletivo! Foi fantástico!


Foto: Bárbara Acioly
Um agradecimento primeiro a esses que fizeram a nossa programação vibrar de excelências em voz, instrumentos e personalidades! O Encrespa me provou o que é ter parceiros com quem contar. Porque a reunião desses profissionais que nada estavam recebendo por isso foi prova viva! É preciso ter amigos que acreditem e torçam pelo seu trabalho pra fazer um evento desses e eu tive. Deixa, que a minha vontade sempre é mostrar pra o mundo o que de bom tem na minha terra e o quanto o meu Nordeste reproduz desde sempre personalidades importantes para a nossa história. Porque tudo o que vivemos no momento agora será para ser repassado amanhã, para os nosso filhos e netos. Pois é... Quando fazemos o Encrespa, fazemos história...

E porque essa luta não é da Tamires Melo, eu quero agradecer a quem esteve na organização comigo, na correria desde julho e que não hesitou em dá a cara à tapa, nadar contra a corrente, sob os olhares duvidosos que achavam que isso era só por cabelo... Em especial a essas duas pessoas: Gêiza Maria e Andressa Lopes. Se não fossem elas, não sei o que seria de mim, pois quando elas entraram em ação foi quando eu ganhei outras pernas, braços e até cabeças! É preciso estar na mesma ideia, na mesma crença, pra mergulhar sem medo nesse evento que não tem espaço para interesses pessoais. É por cada um, que diariamente enfrenta os preconceitos desde a sua própria casa à sair na rua, toda uma mensagem de que a nossa imagem é um erro. Erro é acreditar que cabelo é só um acessório, que como um óculos, colocamos se somente combinar com a nossa roupa. É muito mais que isso, somos nós! E estamos aprendendo a responder com amor próprio e auto conhecimento que representamos em nossa imagem a luta dos nossos antepassados!

Agradeço a todos que fizeram parte da Comissão que trabalhou no dia do evento. A Praça foi ficando cada vez mais lotada, para a nossa felicidade e precisávamos ser muitos para atender a toda a gente linda que foi ao encrespar com a gente.

Faltou o meu amor nessa foto, Fagner Dübrown, que desde a primeira edição vem me dando todo o apoio.

À SEMEL - Secretaria do Esporte e Lazer, que nos cedeu espaço e palco, nas pessoas da Cícera, Glória e o Secretário Antônio Moura; ao IZP, que lançou nossa chamada na Rádio Educativa FM; A DUPLEX - Comunicação e Arquitetura, pelo registro em clip da nossa música do Encrespa, o teaser, e a arte das nossas camisas, nas pessoas do Vinícius e da Gêiza Maria; A FLUXO - Publicidades, que na pessoa do Toni Biana, fez a nossa logomarca; a Comissão de Imagem: Eloísa Lemos, Gabriela Araújo, Mara Carolina, Gêiza Maria, Elaine Rapôso e Darlon Augusto; a Comissão de Organização: Gêiza Maria, Andressa Lopes, Thayná Rose, Raiane, Elaine e Jéssica; a Axion Maceió, parceira desde a primeira edição; a todos os expositores, em especial à turma do Negra Flor, que veio de Pernambuco! E obrigada a todos os expositores que cederam brindes para serem sorteados em nosso evento;

A nossa imprensa: Identidade Alagoana, que divulgou fielmente, e fez uma entrevista linda no programa de mesmo nome, na Rádio A Voz FM; Portal Cadaminuto, na pessoa da Vanessa Siqueira; Jornal Tribuna Independente, Coluna Axé, escrita pela melhor do ano, prêmio Braském de Jornalismo: Helciane Angélica - linda!; à Sombra Maceío, na pessoa do fofo Everaldo Dantas, a Fabiany que nos levou para link ao vivo no Programa AL 5, TV Alagoas; à Alyne Sakura que divulgou em seu blog e abriu espaço no Programa Conexão Periferia, na Rádio Litoral FM; à Gal Monteiro, que abriu o espaço no Programa Vida de Artista, da Rádio Educativa;

Enfim, a Eliane Serafim, idealizadora desse Projeto lindo que vem nos dando tamanho amor em cada edição e a cada fruto que colhemos.

Obrigada a cada um que comprou a nossa rifa e as nossas camisas, em contribuição para o evento e obrigada a todos os que compareceram e espero todos novamente na próxima edição... E que venha o próximo Encrespa!!

Bom gente, é isso que com toda a emoção e orgulho divido com vocês. E quem ainda não foi ao Encrespa, deve ir. E de preferência, chegar cedo pra ver pela programação o que a gente discute. E se você acha que ter cabelo crespo é ser diferente demais, a ponto de não ser aceitável, venha encrespar com a gente, junte-se a nós se você sofre diariamente os preconceitos e as piadinhas, porque somos muitos, somos uma legião e juntos somos mais fortes! À luta!


 Para acessar imagens do dia, consulte os álbuns da página do nosso blog, (aqui). Na página Sombra Maceió (aqui) e no evento do Facebook (aqui).

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Antes de deixar seu comentário consulte o próprio blog no "Pesquise aqui", às vezes sua dúvida está em outra postagem. Mas se você não encontrar no blog, deixe seu comentário, tire suas dúvidas sem timidez! Eli e eu vamos fazer o possível para ajudá-las. Obrigada por estar conosco, xero nos cachos! xD