20 maio 2013

transição capilar -->> Isabela




Olá acompanhantes do Cabeleira Crespa.
Então, eis ai a minha história de “transformação”. Lembro-me como hoje de um dia de sábado em que, insatisfeita com meu eu (identidade), me bateu uma doidice e eu decidi escovar o cabelo. Sim, minha transformação começa pela escova, pois eu ainda não tinha coragem de me “livrar” dos cachinhos que por muito tempo eu tinha até orgulho de tê-los.
Aí comecei escovando o cabelo, para ajudar no resultado da escovação, dei uma tal de abertura de raiz, que a ideia era relaxar a raiz e o cabelo ficar com menos volume; até gostei, pois eu ainda tinha os cachinhos, eu só não imaginei a lógica da coisa, que na medida em que o cabelo vai crescendo, o produto vai descendo e...? Adeus cachinhos! Pois foi exatamente isso que foi acontecendo, e como eu já estava na onda da escova e tinha gente que incentivava a minha cabeça boba, dei a tal definitiva.
Passei um ano com os cabelos alisados, era um tal de ir retocar a raiz de três em três meses que me tirava a paciência (nunca fui adepta de salões, de cabelereiro  e etc.).


Lembro-me que o que mais me incomodou em ter o cabelo alisado foi que a minha identidade meio que passou, também, por um processo de mudança, eu meio que coloquei uma máscara no que eu realmente era, e isso foi o que mais me angustiou.
Eis o dia, que com o apoio de uma amiga, eu decidi não colocar mais nenhum produto químico na minha cabeleira, eu sabia que ia ser difícil ver a raiz crescendo, cabelo desigual e que isso exigiria muita paciência de mim, mas eu queria a todo custo ter meus cachinhos de volta, e assim fiz.

Quando a raiz do cabelo começou a crescer e eu a me desesperar, ora usava o cabelo preso, ora passava a chapinha e escova, foi quando eu decidi cortar o cabelo, e cortei ele no ombro. Passei um tempo assim, até que comecei a usar tiaras de crochê feitas por minha mãe, tinha cerca de 15 tiaras, cada uma diferente, cor e etc, porque eu usava muitoooooo, sempre (Hahahaha).

 Daí, quando a raiz já estava bem crescida, mas ainda não quis cortar o cabelo, optei pelas trancinhas, e passei três meses com o cabelo pesado e quebrando um bocado, mas estava mais feliz do que com a tal escova e chapinha. 

Aí o dia chegou, tirei as trancinhas, medi a raiz já um tanto crescida, mas ainda assim me faltou coragem, se me recordo bem, acho que ainda passei um mês com o cabelo preso. Até que um dia de domingo, nada pra fazer, eu tinha uma tesourinha de papel em casa, me olhei no espelho e tive a ideia de eu mesma cortar meu cabelo. Ora, pensei: cabelo cacheado não precisa de nivelamento, vou cortar.

Tesoura pra cima, mechinha por mechinha, esticava o cabelo pra ver onde cortar, e assim fiz no cabelo todo, fiquei com um corte tipo “Joãozinho”, passei pela estranheza de muita gente, mesmo porque eu estava gordinha de cabelo Joãozinho, imagina os olhares da geral? 
Pois foi, mas superei todos eles, sem nenhuma dor de cabeça, tive sim meus momentos de baixa estima, mas tá, quem não tem? Supereeeei!!!


Hoje, meu cabelo tem crescido mais, no processo de crescimento passei por uma fase black power, que eu adorei haha x), e agora,

com certeza, me sinto mais eu, me sinto realizada, leve e “resolvida” comigo mesma, com minha identidade, e meu pai bobo por ver meus cachinhos em mim novamente (hahaha).

Deixo minha experiência para @s cachead@s e cresp@s, e também para aquelas pessoas que querem ter sua identidade de volta, mas acham que “não volta mais”. Volta siiiiim, é só PERSEVERAR!!!
No mais, perseverança no que se deseja, sempre.
E mais do que nunca, se sentir bem com o que é, é bom demais!!!
x)
Beijo beijo,
Isabela Barbosa.

12 comentários:

  1. Primeiramente, parabéns Isabela! Pela matéria, coragem de retomar os seus "caxim's" novamente pra si. Comigo, a história foi bem parecida. E ando numa transição capilar que só tem me dado ALEGRIAS. Não há nada mais em mim de falso. Agora é tudo meu, TUDO DE RAIZ.
    Ah! Parabéns, também, pelos "caxim's"!
    Eles são HIPER LINDOS.

    xD

    ResponderExcluir
  2. Parabéns ! tá linda e adorei sua história ! bjos

    ResponderExcluir
  3. Agradeçoooo, queridas!!! :D
    Hoje, podem ter certeza, me sinto bem mais EU e muito feliz e realizada.
    ^^

    ResponderExcluir
  4. Isabela, to passando por este processo de deixar meus cachos crescer, tentando cuidar deles, pq ate então estava na praticidade de escova, sem precisar pentear e tal... mas tb sempre odiei salão, fazia escova pq era o "jeito". bom, hj estou buscando minha identidade, passando por este processo de ora achar meus cachos lindos, ora prende-los (quase sempre) por achar q estão feios, baixa estima e tudo mais. mas tow confiante q cuidando dos meus cachinhos vou voltar a me sentir linda e sendo eu mesma, sem mascaras e sem negar minha identidade... O que tem me dado muita força pra voltar as minhas origens capilares é meu filhinho q em sua sabedoria de 2 aninhos morre de ciumes dos cachos, não quer q ninguem mexa, qd alguem toca no cabelo ele reclama, diz q vai assanhar, q ta com creme e amaaaaaa o cabelo (ele é q sabe das coisas) e se eu quero q ele faça alguma coisa ameaço dizendo q vou cortar os cachos, ele faz tudo q quero (pq toda mãe precisa de uma arma pra conseguir as coisas dos seus pequenos,rsrsrsrs). sem duvidas meu filho ta me ensinando muita coisa... Thamires, juro q vou organizar meu tempo e mandar um depoimento sobre meu filho e seus cachos pra o "Cabeleira Crespa)... amo o blog... Parabéns Isabela, tow contigo :D Andreia Carvalho

    ResponderExcluir
  5. Eu estou na fase da angústia em prender tudo porque a raiz ta enrolando e o resto liso. Eu usava franja quando liso e ela ainda não está no comprimento de prender, então é gel, creme, chapinha... É um horror! Mas estou firme na causa! rs... Faz 5 meses que estou sem química alguma no cabelo. Adorei ler o seu depoimento e conhecer o blog. E força na peruca! Bjo.

    ResponderExcluir
  6. O bom é que o esforço vale à pena. Muitoooo à pena!!!!!!!
    Obrigada, queridas, perseverança nessa etapa.

    Beijo beijooo

    ResponderExcluir
  7. Minha colega e conterrânea Isabela Barbosa,adorei seu depoimento. Eu tbm deixei as químicas exatamente a 2 anos...
    Parabéns seus cachinhos estão divos!
    Jaine Neto.

    ResponderExcluir
  8. Olaa !! td bem?? estou passando por transição vejam minha historia meninas bjoss http://effymili.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Oii , eu tbm tô querendo fazer esse processo de transição tô a 4 meses sem dar nada mais na prancha, mais a partir de hoje vou parar e daqui uns dias já vou cortar uma grande quantidade me indica alguns produtos Isa..
    bjus!

    ResponderExcluir
  10. Meu face é Amanda Libanio add lá se puder bjus!

    ResponderExcluir
  11. Amanda, aqui no blog você pode conferir vários produtos que vão ajudar nesse processo de transição. Inclusive a Tamires (mentora do blog) indica produtos que ela testa no próprio cabelo antes de indicar, ou seja, tudo de mais confiável!!!!!
    :D

    Beijooo.

    ResponderExcluir

Antes de deixar seu comentário consulte o próprio blog no "Pesquise aqui", às vezes sua dúvida está em outra postagem. Mas se você não encontrar no blog, deixe seu comentário, tire suas dúvidas sem timidez! Eli e eu vamos fazer o possível para ajudá-las. Obrigada por estar conosco, xero nos cachos! xD